sábado, 26 de janeiro de 2013

A Ler: Drops of God Vol. 1

Titulo: Drops of God Vol. 1
Editora: Vertical Inc.
Volumes Publicados: 5
Preço : $14.95 
 
O universo da BD Japonesa (Mangá) é absolutamente abrangente tendo a possibilidade a aproximar-se de todo o tipo de públicos.

Nunca tive qualquer interesse sobre o universo do vinho mas existiu algo nesta obra que me cativou quando a conheci.

A história roda em torno de Shizuku Kanzaki, filho do maior especialista japonês em Vinho mas que se desentendeu com o pai e que trabalha agora como vendedor de uma empresa cervejeira mas foi treinado ao longo da vida para ser escanção . O pai morre e Shizuku, para herdar os bens do pai (em particular um preciosa adega), terá que identificar 12 vinhos, conhecidos como os doze apóstolos e um 13º conhecido como as gotas de Deus. Esse identificação terá que ser idêntica à feita pelo Pai.
A identificação decorrerá numa competição com o seu irmão adoptivo Issei Tomine, adoptado uma semana antes da morte do pai.

Pela sinopse tem toda a trama de uma novela e isso é de tal forma visível que no inicio de cada capitulo tem uma descrição da parte final do anterior evidenciando a sua forma de  publicação semanal no Japão, o que estando a ler em volumes compilados torna-se algo maçador.

O historia criada pelos irmãos Yuko e Shin Kibayashi, que trabalham sobre o pseudonimo Tadashi Agi, é absolutamente cativadora cada pagina puxa pela seguinte ajudada pela arte de Shu Okimoto.

Dada a temática este é uma mangá muito descritivo falando constantemente de castas, origens de vinhos etc, que poderá causar algum desconforto a quem for mais interessado histórias mais versadas para a acção.


 

Shizuki no momento em que prova um Château Mont-Pérat de 2001



Este mangá é de tal forma popular no Japão, Coreia do Sul e Taiwan que que os vinhos mencionados na obra tornaram-se imensamente populares tendo-se registado um aumento das vendas de vinho no geral (fontes:Wikipedia e Decanter Magazine).



Positivo:
  • História cativante.
  • Arte.
  • Interessante tanto para conhecedores e apreciadores de vinho, como abstémios :).
 Negativo
  • A repetição do fim do capitulo anterior no capitulo seguinte.
Classificação: 8/10.  

Shelf Porn I

Acompanhando vários sites ou blogs sobre BD nota se um fascínio em conhecer as Bibliotecas de outros (voyerismo geek!)

Aqui vai um parte da minha.

Algumas das obras em primeiro plano:

  • Comple Calvin & Hobbes - Bill Waterson
  • Absolute Sandman 1-4 - Neil Gaiman e muitos outros
  • Lost Girls - Alan Moore & Melinda Gebbie
  • Nausicäa of the Valley of the Wind - Hayao Miyazaki
  • Pluto - Naoki Urasawa
  • 20th Century Boys - Naoki Urasawa
  • El Eternauta - Héctor Oesterheld e Francisco Solano López
  • Mais Calvin & Hoobes da Gradiva
  • Flash Gordon de MacRayboy
  • Flash Gordon de Alex Raymond
  • 3 Volume da reedição da Fantagraphics da obras Disney de Carl Barks.
  • 300 - Frank Miller


PS: Perdoem a fraca qualidade mas via telemóvel é o que dá.




sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Numa Galaxia muito distante... (I)

Continuando na temática Star Wars apresento aqui a edição de 1983 da Editora Distri de "O Regresso de Jedi".

Com argumento de Archie Goodwin e desenhos Al Williamson segue muito mais fielmente a historia do filme. 
Com esta publicação entrei em em contacto com o universo Star Wars e foi o meu livro predilecto da infância, ao ponto que este exemplar não éo comprado em 1983 que ficou destruído com o uso (comprado num quiosque de paragem de autocarro um dos pontos fundamentais de divulgação de BD nos 80´s). Só 25 anos mais tarde voltei a possui-lo por compra num site de leilões.

Em Portugal o universo BD de STW nunca foi muito desenvolvido e nos anos 90 foi publicada uma das obras que no inicio dessa década relançou o interesse na franquia - Star Wars Dark Empire.








De Tom Veitch e Cam Kennedy iniciam aqui um tom mais negro no universo Star Wars com um historia passada 6 anos após a queda do Império e o retorno no Imperador. A Dark Horse foi a responsável por este lançamento e não se pode dizer que estivesse muito confiante dado que apenas imprimiu cerca de 40.000 cópias do primeiro numero, o que era, para a altura, muito pouco tendo saído pelo menos uma segunda edição.



 
O tom desta historia, juntamente com a da Saga do Almirante Thrawn, de Timothy Zahn, vão dar um tom mais "sério" e "sombrio" a este universo criando o gigantesco universo expandido que abranje os comics da Dark Horse, os jogos de computador e consolas, os de tabuleiro (que já existiam), etc.

Com a compra da Lucas Arts pela Disney os comics vão deixar a Dark Horse e passar novamente para a Marvel, o que deixa no vazio saber o que vai acontecer com esta cronologia.

Star Wars - Planeta deAgostini Vol. 1

Como é normal nesta colecções o preço do primeiro numero é muito acessível pelo que lá decidi experimentar a ver como é que tinha saído.

Ao nível de encadernação não há nada a apontar estando ao nível de qualquer capa-dura disponível no mercado, seja ele de comics ou franco-belga.

A capa é muito fraca o que parece estar a ficar comum nas edições de BD em Portugal.

Já o conteúdo é, deste numero( e até ao 10), para fans muito hard-core de Star Wars. Não sei se começar por algo mais recente da Dark-Horse não faria mais sentido.

As cinco primeiras historias correspondem à adaptação que a Marvel fez do primeiro filme com argumento de Roy Thomas e desenhos de Howard Chaykin que ainda estava longe de se tornar uma lenda com American Flagg.

Penso ter lido algures que esta adaptação foi feita com base apenas em visualização de algumas imagens ou de algumas partes  do filme, para alem do argumento original.



Dai que encontremos por exemplo este Jabba The Hutt nesta cena cortada no filme e só reintroduzida no anos noventa com a imagem do Jabba que aparece no Regresso de Jedi .
O par romântico é nitidamente Luke e Leia que Lucas vai mais tarde transformar em irmãos dada a popularidade de Han Solo.






Alem da adaptação temos mais 5 histórias cuja única relevância é o aparecimento um certo personagem que George Lucas preferia esquecer:



Positivo:
  • Um primeiro numero a um preço muito acessivel.
  • Boa encadernação.
  • Um documento histórico com interesse para fans de Star Wars.
 Negativo
  • Para quem nunca leu comics Star Wars é um mau ponto de entrada dado que está muito datado e as 5 historias adicionais são típicas dos anos 70. 
  • O preço todo da colecção não é particularmente caro mas a periodicidade semanal vaí afastar potenciais compradores.
Classificação: 6/10.