sábado, 20 de abril de 2013

A Ler: Planetes


Planets #1 Planetes293_f
Com a futura publicação de Vinland Saga decidi reler a primeira obra de Makoto Yukimura a saga de hard sci-fi Planets.

O personagem principal da história Hachirota “Hachi” Hoshino que é basicamente um lixeiro espacial dado que faz parte da tripulação de  uma nave de recolha de destroços espaciais. O que no futuro próximo é algo de vital para o navegação espacial dado a quantidade de lixo, gigantesco ou minúsculo, que existe em orbita da Terra.

Hachi acalenta o sonho de vir a ter uma nave própria e fazer exploração espacial estando frustrado com o trabalho sem futuro e monótono que tem.
  Esta obra é para apreciadores de o estilo mais realista de ficção científica dado que todo o seu background é rigoroso em termo do que é uma viagem espacial, a sua mecânica. A preocupação de realismo foi elevado tendo sido consultada a Agente Espacial Japonesa para garantir esse detalhe. Algo que também é uma temática constante é o efeito do espaço a longo prazo no ser humano tanto a nível físico como mental.

Contudo esta obra tem também uma parte reflexiva muito grande abordando a pequenez do ser humano face à grandiosidade do universo que o rodeia e o assoberbamento que isso provoca na mente. Podemos também encontrar um critica profunda à divisões humanas tanto politicas, raciais e classe com uma critica profunda ao sistema do assalariado Japonês onde se fica a vida inteira ligada a uma corporação sem perspectivas ou opções de futuro.

planets1

Esta série traz-me o sentimento de futuro que nos foi roubado, dado que a exploração espacial está praticamente parada e à muito de víamos andar pelo nosso sistema solar e mais além antes que rebentemos de vez com a nossa bola azul. Além disso é facilmente relacionável com a nossa realidade a frustração que o nosso herói sente com o que faz  e a falta de perspectivas que tem.

Planets2Planetes295_f       Planets3Planetes298_f   Planets41Planetes302_f    Planets42Planetes305_f

Ao nível da arte os cenários de fundo estão muito bem conseguidos mas a figura humana tem altos e baixo ficando a impressão que o autor teve dificuldades em manter a qualidade na serialização semanal, apesar de que a arte não é o fundamental desta série.

Titulo: Planetes
Editora: Tokyopop
Volumes Publicados: 5
Preço: $ 9,99 USD
Classificação: 8,5/10

2 comentários:

  1. mmm...começo a pensar que temos o mesmo tipo de gosto, pelo menos no que toca a sci-fi. Tenho aqui os episódios do animé e os volumes da mangá e estou indeciso sobre quais me debruçarei primeiro. Era tão bom que 90% da sci-fi fosse deste tipo...

    ResponderEliminar
  2. O meu conselho é ler os livros primeiro, acho-os mais profundos que o anime, que necessita sempre de ritmo.

    Estou agora a começar a fazer o 2001 Nights (3 volumes à muito esgotados) também ao estilo Hard Sci-fi e recomendo vivamente o Two Faces of Tomorrow que está ao nível do Planetes.

    ResponderEliminar