sábado, 6 de abril de 2013

A Ler: Swallowing The Earth

 SwallowingTheEarth45530_fOzamu Tezuka é o mais importante mangaká do Japão, sendo considerado por muitos o verdadeiro criador do género e é chamado o Walt Disney do Japão dada também ter criado um dos mais importantes estúdios de animé ( esta comparação deve ser de origem no ocidente dada mania ocidental de fazer este tipo de comparações).

No final dos anos 60 Tezuka decide fazer a transição dos mangas mais direcionados para crianças como White Lion e Astro Boy, lançando esta obra de temática adulta.

A sinopse da história começa durante o final da 2.ª guerra mundial quando dois soldados japoneses ouvem falar de Zephyrus uma mulher fascinante que pensa-se que viva num ilha do Pacifico Sul e da qual se contam histórias de homens levados à loucura por ela.
A história posteriormente avança 20 anos quando Zephyrus chega ao Japão fascinando todos os homens que a veem, com excepção de Gohonmatsu Seki que é imune a ela e cuja única preocupação é beber todo o álcool que possa.

A questão é que a agenda da Zephyrus é vingar-se do mundo de homens levando a civilização à ruina.


Considero que esta é uma obra algo difícil de ler devido a um pormenor que o leitor de mangá actual tem que se adaptar, Tezuka tem um estilo muito “cartoonesco”  e meio infantil, muito copiado na época, que parece estranho numa obra de temática mais adulta
Em cenas de luta                                                                        Em cenas eróticas
image                       stw1
Apesar do estilo inicial ao longo da obra Tezuka vai ganhado visão gráfica mais adequada para o tema  criando páginas muito interessantes visualmente.

stw2   stw3      stw4

Como é uma obra do final do anos 60 a temática poderia se pensar que a temática seria muito distanciada dos tempos actuais mas a o plano de Zephyrus gira em torno de aproveitar a ganância do capitalismo e o sistema financeiro, assim como a vaidade humana para com fazer colapsar a sociedade.

Em resumo está primeira obra adulta de Ozamu Tezuka tem que ser lida como reflexo do seu tempo e do seu autor e, apesar de alguma estranheza narrativa, achei-a muito cativante.

Titulo: Swallowing The Earth
Editora: DPM
Volumes Publicados: 1
Preço: $ 24,95 USD
Classificação: 10/10

Nota: Durante o colapso do Japão no livro existe um golpe de estado liderado por um Coronel do Exercito, terá esta sido a influencia do personagem do Coronel no Akira de Katsuiro Otomo?

2 comentários:

  1. É dificil só mesmo por não se estar habituado, pois a arte de Tezuka ao fim de algum tempo entranha-se. Então em obras grandes isso mais nitido é. Mais, o traço mais cartoonesco permite que os olhos sejam bem mais céleres a atravessarem páginas e histórias que de outra forma poderiam tornar-se chatas. Aconselho vivamente a obra Buda, do mesmo autor. Aí também se descobre outra razão pela qual o traço de Tezuka é este. Permite-lhe um passar de um momento dramático a um momento cómico de uma forma muito fluida e rápida. Eu por mim, adoro. Vou tentar ler esta obra aqui apresentada :)

    ResponderEliminar
  2. É verdade, a minha experiência com Tezuka limitava-se ao Astro Boy que é mais infantil, mas estou a ficar fascinado pelas obras adultas dele. Esta questão do traço já tinha sentido no Wild 7 que é considerado um manga muito violento mas o autor tem um estilo semelhante

    Na calha está já o Barbara e possivelmente o Message to Adolph. O Buda não estava nos planos mas vou dar uma olhadela.

    ResponderEliminar